Toda Empresa de Atribuição é Realmente Imparcial? | AppsFlyer
6 Min. Read

Todas as Empresas de Atribuição são Realmente Imparciais e Independentes?

Oren Kaniel Oren Kaniel Aug 03, 2020

 

Quando demos início à AppsFlyer lá em 2011, marketing e publicidade eram coisas completamente novas para nós. Eu tive meu primeiro iPhone em 2010 e logo percebi que esse dispositivo seria o responsável por mudanças radicais em nossas vidas.

Então, eu percebi que os desenvolvedores de aplicativos não conseguiam mensurar de onde os seus usuários vinham. Na época (e ainda hoje), essa era a nova caça ao ouro, e mirar em todas as possibilidades era uma “estratégia legítima”, especialmente porque não havia uma tecnologia que permitisse que os profissionais de marketing de aplicativos mobile mensurassem suas atividades.

display luma scape

Eu ainda me lembro da minha reação quando vi uma exibição de anúncios LUMA slide (veja a imagem à direita). O que eu vi claramente era uma vasta gama de empresas, sem que eu entendesse qual era o valor que cada uma delas oferecia. O mais importante é que não estava claro quem estava representando os interesses de quem. A partir desse momento, me convenci de que a mensuração era absolutamente necessária, mas eu não entendia ainda como nem onde ela se encaixava nesses diferentes grupos de logotipos.

Decidi começar focando em um lado do mercado, desenvolvendo tecnologia, produto e serviço superiores que representassem os profissionais de marketing. Eu acreditava que se tivéssemos uma missão clara, sem nenhum conflito de interesses interno, poderíamos alcançar um alto nível de confiança que nos permitiria estabelecer um diálogo aberto e transparente com os clientes. Eu sabia que essa abordagem nos permitira entregar valor significativo aos profissionais de marketing de todo o ecossistema.

De fato, na AppsFlyer, “imparcial” e “independente” não são apenas palavras que estampamos em nossas vendas e materiais de marketing. Elas são uma parte crítica e essencial do DNA da nossa companhia. Quando dizemos que nossa missão é ajudar nossos clientes a obterem sucesso, estamos sendo sinceros, pois não temos conflitos de interesses com nenhuma das nossas partes envolvidas.

Você consegue imaginar a compra de um imóvel sem ter um advogado que represente você e os seus interesses? E confiar na palavra da imobiliária e dos advogados dela? É absurdo! Então como empresas de atribuição que se auto-intitulam “imparciais” e que mensuram bilhões de dólares de gastos com anúncios conseguem sair impunes? Acredito que a resposta é clara: a falta de conhecimento e transparência no mercado é a principal culpada, e é isso o que pretendemos analisar nessa publicação.

Existem cinco pontos que são fundamentais para entender o que significa a imparcialidade e independência no negócio da atribuição:

1. Jogando nos dois times – Tendo anunciantes e publishers/ad-networks como clientes

Alguns provedores de atribuição têm produtos que são vendidos separadamente para redes de anúncios (ad networks) e que representam uma quantia significativa de suas receitas. Para piorar, alguns vendem os dados dos seus clientes para qualquer um que quiser comprá-los. Se você não sabe como o seu provedor de atribuição ganha dinheiro e não sabe quem são seus clientes, há uma grande chance de que você seja o produto…

O posicionamento da AppsFlyer: Nós escolhemos um lado desde o primeiro dia e decidimos que os anunciantes — e apenas os anunciantes — serão nossos clientes. Não vendemos nada para redes de anúncios e não temos nenhuma relação financeira com nenhum de nossos parceiros de mídia integrados. Como uma Entidade da Atribuição, isso é essencial para nosso planejamento de futuros ajustes no ecossistema da AppsFlyer, removendo agentes fraudulentos de nossa plataforma e protegendo nossos clientes.

Acreditamos que nossa abordagem transparente não apenas conquistou a confiança dos nossos clientes como também dos nossos parceiros e do mercado como um todo. Afinal, redes de anúncios não querem ser discriminadas por uma plataforma de atribuição porque ela escolheu não comprar seus produtos ou serviços. Elas também não querem ser forçadas a comprar serviços e produtos para ter um “tratamento especial”.

2. A venda de dados

Para a maioria das empresas, é inquestionável que os dados são seu recurso mais importante. Você daria a um rival as informações de contato dos seus clientes pagantes? Isso soa como uma loucura, mas é o que acontece na realidade. Seu “parceiro” de atribuição vende dados para manter suas despesas? Toda semana, recebemos e-mails em nossas caixas de entrada de pessoas interessadas em comprar dados (dos nossos clientes). Isso pode ser muito tentador quando não se tem investidores e é preciso focar na receita para financiar operações. E é exatamente por isso que nós arrecadamos fundos significativos para assegurar que não seríamos tentados a fazer nada que pudesse afetar negativamente nossos clientes. Na realidade, temos a tranquilidade de nos voltar completamente à entrega de valor aos nossos clientes.

Quando seu “parceiro” de atribuição vende dados, coloca tudo o que sua empresa faz em risco. Ao fazer isso, ele mostra conflito de interesses considerável, e é possível que ele esteja se aproveitando da sua confiança para criar uma vantagem injusta e jogar em ambos os times.

O posicionamento da AppsFlyer: Não vendemos e não pretendemos vender os dados dos nossos clientes. Ponto final.

3. Ser independente

Ser independente significa ter a liberdade de fazer o que for necessário para garantir o sucesso dos nossos clientes sem conflitos de interesse. Provedores de atribuição não são independentes quando vendem mídia, serviços ou produtos a redes de anúncios. Ou seja, fundadores e executivos seniores de um provedor de atribuição não devem investir em companhias de mídia de capital privado. Caso o façam, não apenas demonstram um conflito de interesses entre a empresa e seus clientes como também entre seus fundadores/executivos, a empresa em si, seus funcionários e outros sócios.

O posicionamento da AppsFlyer: Nós vamos continuar fazendo o que for preciso para manter nossa independência. Não vendemos e nunca venderemos dados ou mídia. Não vendemos e nunca venderemos produtos ou serviços que podem impactar negativamente os interesses dos nossos clientes. Os fundadores e executivos da AppsFlyer não investirão em empresas de mídia de capital privado. Mais especificamente, nunca iremos oferecer tratamento especial a nenhum de nossos parceiros, pelo motivo que seja.

4. Investidores e sócios

Nos últimos anos, nós fomos abordados por diversos investidores. Alguns deles tinham interesse no mercado de dados ou nos dados dos nossos clientes, enquanto outros eram agentes da parte de mídia do negócio mobile. Aceitá-los como investidores seria uma ameaça ao nosso posicionamento imparcial. Por isso, para nós, era fundamental receber fundos apenas de investidores financeiros que fossem da magnitude de empresas como Fidelity, Goldman Sachs e outros dos principais CRs do mundo. Nossos investidores e conselho administrativo são completamente transparentes e podem ser acessados por todos.

Você sabe quem são os investidores, sócios e conselho administrativo do seu parceiro de atribuições? Você realmente sabe quais são seus interesses a longo prazo? Você vai confiar seu principal recurso – seus dados – a esses vendedores?

O posicionamento da AppsFlyer: Nós vamos continuar rejeitando investidores que colocam em perigo nosso posicionamento imparcial no mercado. Em toda decisão que tomamos, continuaremos a ter em mente os principais interesses dos nossos clientes. Nunca vamos engajar com qualquer atividade que possa ter um impacto negativo sobre eles.

5. Uma plataforma de atribuição parcial pode [realmente] enfrentar a fraude de anúncios mobile?

A resposta é um “não” retumbante. Quando um provedor de atribuição tem relações financeiras com empresas de mídia de capital privado, sua oferta anti-fraude tem falhas. Esse conflito de interesses inerente simplesmente não casa com o esforço genuíno de reprimir a fraude, ao invés de só falar sobre isso. Afinal, você realmente acredita que provedores de atribuição parciais lutariam contra ou mesmo removeriam fraudadores que também são clientes pagantes de sua plataforma? Eu não acredito nisso. Veja uma publicação antiga que fiz sobre o assunto: Como a Liderança no Mercado pode Resolver o “Dilema do Prisioneiro” da Fraude.

O posicionamento da AppsFlyer: Vamos dar continuidade ao nosso investimento pesado em tecnologias anti-fraude e rejeitar qualquer tráfego malicioso que encontramos, independente de qual seja a fonte. Também asseguramos que nossos parceiros de mídia farão o mesmo. Ao tomar uma atitude e elevar nossos padrões, estamos comprometidos a criar um cenário de vitórias sustentáveis para nossos clientes, parceiros de mídia integrados e a indústria como um todo.

Em resumo, a escolha de um provedor de atribuição é uma das decisões mais importantes da maioria das empresas. Ao escolher a AppsFlyer como parceira de atribuição, você tem a tranquilidade de saber que a empresa passou por um processo rigoroso de auditoria jurídica, liderado pelo Goldman Sachs, Fidelity e Deutsche Telekom. O processo incluiu uma análise aprofundada sobre a competição, nossos produtos, tecnologias, visão e, por fim, sobre a nossa missão. De fato, nós temos como missão fazer o que for necessário para ajudar no sucesso de nossos clientes. Isso está em nosso DNA.

Veja minha próxima publicação da série de “História da AppsFlyer”, que fala sobre A Construção Orgânica de uma Cultura Obcecada pelo Cliente