Chegando a 1K: Como conseguir usuários para o seu app | AppsFlyer
9 Min. Read

Como conseguir seus primeiros 1.000 usuários no aplicativo

Avatar Tom Shelly Nov 09, 2020

Seu aplicativo está ativo e funcionando, parabéns! Você o testou repetidamente, corrigiu bugs, monitorou a performance, confirmou através de testes beta que ele realmente funciona para os usuários e o enviou para as lojas de aplicativos.

Agora você precisa se dedicar para fazer o que for necessário para obter seus primeiros 1.000 usuários. Isso pode parecer assustador no início por conta da competição contra milhares de aplicativos nas stores, ainda mais se você não tem experiência em marketing. 

Mas, depois que você aprende o básico e se abre à experimentação, você pode aumentar seu número de instalações em dispositivos mobile de maneira eficaz, começando a ver um retorno do investimento à medida que os usuários se engajam com seu aplicativo.

Foque em mídias próprias

De modo geral, a maneira mais econômica de começar é canalizando seus esforços no que você já controla, conhecido como “mídias próprias” – esses são os canais que você “possui”, por meio dos quais provavelmente já está se comunicando com seus primeiros usuários e usuários em potencial. Mídia próprias normalmente incluem sua presença social (Twitter, Facebook, Instagram, Snapchat, Pinterest), suas listas de e-mail, usuários que você já adquiriu e que podem recomendar seu aplicativo para outras pessoas, e até mesmo o seu site.

Assim, seu trabalho é emparelhar cada um desses canais com as ferramentas de aquisição de usuários (plataformas e mecanismos que ajudam você a obter instalações do seu aplicativo) que irão impulsionar as instalações feitas por usuários com maior probabilidade de se engajar com o aplicativo e gerar receita.

Foque em mídias próprias

Crie uma experiência do usuário ininterrupta

Tudo o que você faz para que os usuários instalem seu aplicativo deve se basear em um fator crucial: a experiência do usuário. Você nunca deve perdê-lo de vista, porque se os usuários não puderem instalar e usar seu aplicativo facilmente – sem nenhum desvio irritante ou confuso ao longo do caminho – eles não vão seguir em frente.

No marketing de aplicativos mobile, queremos que as instalações do aplicativo sejam “sem atrito” ou “ininterruptas” para o usuário, o que significa que eles vão de um lugar (por exemplo, um e-mail que você enviou) para outro (por exemplo, uma página específica em seu aplicativo) sem problemas.

Não importa o canal ou dispositivo que você usa para entrar em contato com um usuário, o mecanismo que leva o usuário de um link em um de seus canais de mídia própria para a app store, na qual eles podem instalar e usar seu aplicativo (ou, se eles forem um usuário já adquirido, abrir o aplicativo) é chamado de redirecionamento; o usuário clica em um link gerado por você e é redirecionado para a app store. Se esse caminho for comprometido por uma experiência ruim do usuário, como um link quebrado ou ser levado para um destino irrelevante, significa que houve “atrito”, e você provavelmente já perdeu esse usuário logo no início.

O redirecionamento oferece suporte a uma série de estratégias de aquisição de usuários, evita que você se preocupe com a construção e manutenção da infraestrutura e, a longo prazo, ajuda a mensurar, refazer e melhorar qualquer estratégia de aquisição de usuários que você escolher. Se você está em busca de novos usuários (como geralmente ocorre com as startups), você deve se familiarizar particularmente com o deep linking. Esse recurso se trata de links que são executados após o redirecionamento e tornam a jornada de um novo usuário mais tranquila, desde a primeira impressão do seu aplicativo até o engajamento e a compra no aplicativo – uma jornada que pode incluir conteúdo personalizado com o qual o usuário se identifica. Basicamente, o deep linking garante que, quando um usuário inicia seu aplicativo, ele é levado diretamente para uma página específica, e não para a tela inicial do aplicativo.

Por exemplo, vamos supor que você entre em contato com novos usuários em potencial (em qualquer canal) e ofereça a eles um desconto caso instalem o seu aplicativo. Eles clicam no link, são direcionados para a app store, baixam o aplicativo e pronto, assim que o abrem, há o desconto que esperavam ver; Do seu lado, você pode saber exatamente de onde veio essa instalação – se ela veio de navegação na web mobile ou de um SMS, por exemplo.

Mas a beleza do deep linking não está apenas no conteúdo personalizado e na ininterrupção da experiência do usuário – ela também está na atribuição: feito do jeito certo, o deep linking torna a experiência do usuário envolvente e livre de atritos, oferecendo a você, o desenvolvedor do aplicativo, os dados (atribuição) que informam de onde o usuário veio e o que ele faz após o download. 

Tudo isso é ótimo, certo? É… mas a verdade é que os mecanismos que agilizam a jornada do usuário e disponibilizam dados de atribuição podem ser mais complicados do que o esperado quando olhamos para os bastidores – existem todos os tipos de fatores e variações que podem complicar o redirecionamento e o deep linking, como qual sistema operacional e dispositivo os usuários novos ou existentes têm ou onde estão quando clicam no link (por exemplo, aplicativo social, aplicativo de e-mail, etc). Em teoria, isso significa que você deve gerar vários links que funcionarão para todos os diferentes cenários possíveis de dispositivo, plataforma e aplicativo, o que é uma dor de cabeça.

Crie uma experiência do usuário ininterrupta

A boa notícia é que existem ferramentas poderosas que, com um pouco de investimento de tempo, podem criar facilmente os vários links de que você precisa para alcançar os usuários, fazer com que instalem seu aplicativo e se engajem com ele, independentemente de onde e de qual dispositivo, plataforma ou aplicativo eles vêm. A mágica de tudo isso é que cada um desses links leva ao conteúdo certo – seja no aplicativo ou não – e é criado pela mesma ferramenta. É aí que a estrada para um engajamento significativo se abre. 

Portanto, comece agora a captar essas primeiras 1.000 instalações, munindo-se de conhecimentos básicos sobre como o deep linking e os canais de mídias próprias funcionam melhor juntos, descobrindo quais ferramentas podem mantê-los trabalhando em conjunto de forma eficaz.

Para esse propósito específico, criamos a série de vídeos: Como conseguir suas primeiras 1.000 instalações mobile. Cada vídeo foca em um canal diferente que você pode usar. Desta vez – Redes Sociais!

Suas primeiras campanhas: armadilhas, dicas e truques

 

Campanhas sociais

 

A rede social é um canal de crescimento incrivelmente forte porque a audiência, sejam seus amigos, familiares ou outros seguidores, seleciona a si mesma: se você os tem, é porque eles já estão interessados em você e talvez até em seu aplicativo. 

Em um mundo ideal, você seria capaz de postar um único link nas redes sociais que leva à app store para a instalação (ou até mesmo a uma página específica em seu aplicativo); novos usuários (aqueles que não têm o aplicativo instalado) e usuários existentes (aqueles que o têm instalado) clicariam nele e, pronto, seriam levados exatamente onde você quer que eles estejam (e onde eles esperam estar – sem surpresas!).

Mas, como observamos acima, esse processo é mais complicado do que parece, porque existem tantas variáveis (novos usuários, usuários existentes, iOS, Android, etc) – e aplicativos de redes sociais em particular – que muitas vezes acabam levando à quebra de Universal Links/links de aplicativos.

Esses links quebrados voltam ao problema de criar obstáculos extremamente irritantes que podem alienar os usuários: eles clicam em um link para o seu aplicativo em uma rede social e nada acontece, acessam a página inicial do seu aplicativo em vez de uma página de destino, ou acabam sendo encaminhados para a app store, mesmo que já tenham o aplicativo instalado. Todos esses, infelizmente, são cenários comuns. 

Mas, novamente, se você se familiarizar com as opções de deep linking, encontrará aquelas que têm soluções alternativas. A tecnologia do OneLink da AppsFlyer, por exemplo, oferece deep links confiáveis, assim como a opção de criar páginas de destino (landing pages) que evitam experiências interrompidas da rede social para o aplicativo.

Campanhas de e-mail

O marketing de e-mail tem sido um dos canais mais confiáveis para a aquisição e a retenção de usuários, além de ser econômico, relativamente simples e extremamente eficaz. Além disso, considerando que, nos dias de hoje, muitos usuários abrem seus e-mails em dispositivos mobile, é possível remover a fricção do caminho do e-mail para um aplicativo de maneira relativamente simples quando usamos um call-to-action, como “baixe o app” ou, pensando em um exemplo mais específico para a categoria de viagens, “Veja esses voos baratos”.

Campanhas de e-mail

Mas isso não significa que o uso do marketing de e-mail para impulsionar instalações do aplicativo não venha com seus desafios – esse meio pode dar uma baita dor de cabeça quando se trata da mensuração. Embora os provedores de serviços de e-mail encapsulem links (encurtando-os automaticamente) e rastreiem aberturas (que é sempre uma métrica crucial para se rastrear), o encapsulamento, em particular, pode quebrar links no iOS e mesmo no Android (até certo ponto). 

Isso significa que você precisa de uma solução de deep linking (como o OneLink da AppsFlyer) que garanta que o usuário tenha uma experiência ininterrupta na transição do e-mail para o seu aplicativo, de maneira que você possa fazer uma comparação fácil entre os dados do seu provedor de serviços de e-mail e do seu provedor de atribuição, mensurando suas eficácias lado a lado. Com essa informação, você pode tomar decisões inteligentes sobre onde investir o seu orçamento de marketing. 

Convites, recomendações, boca-a-boca e SMS

Quando se trata de aumentar o seu número de instalações mobile, não há nada como a mágica das recomendações – é nelas que está a possibilidade de o seu aplicativo se tornar viral e gerar crescimento em escala. Mas assim como qualquer outra abordagem, você precisa ser esperto: é necessário incentivar as recomendações e mensurar suas performances. 

Mais uma vez, é aqui que o deep linking entra como recurso indispensável: com um único link, você é capaz de mensurar e atribuir qual usuário gerou cada nova instalação, toda ação dentro de cada nova instalação E garantir que o link mantenha conteúdo personalizado para atrair, engajar e reter novos usuários. 

O SMS oferece um dos melhores canais para recomendações e para a aquisição de usuários no geral, porque ele é muito organizado: um usuário existente do aplicativo pode convidar outros usuários através dos seus contatos do celular, novamente usando um deep link, sem a confusão de precisar saber se o usuário tem um dispositivo Android ou iOS. 

Mas existe um fator limitante nas recomendações via SMS: você possui muito pouco espaço na tela para fazer a sua oferta. Mais uma vez, é aqui que uma boa solução de deep linking vinda de um bom provedor de atribuição faz toda a diferença. O OneLink, por exemplo, permite que você envie links extremamente curtos que podem ser personalizados e, assim, você envia um link que é relevante e não ocupa muito espaço na tela. 

Além disso, quando se trata do reengajamento de usuários existentes, um deep link enviado via SMS oferece um reengajamento sem fricção ideal; Tudo o que o usuário precisa fazer é clicar no link do SMS e ele será levado instantaneamente para o aplicativo, olhando para o conteúdo personalizado que você criou para ele.

Resumindo, conseguir os seus primeiros 1.000 usuários é um grande marco para qualquer desenvolvedor de aplicativo que acabou de começar – uma vez que você alcança esse parâmetro, ferramentas inteligentes e um conhecimento perspicaz da experiência do usuário podem te ajudar a estabelecer um momentum ainda maior. 

Lembre-se, atualmente, em um espaço de aplicativos hiper-competitivo no qual os usuários têm expectativas extremamente elevadas, tudo o que deixa a desejar no seu aplicativo em comparação a uma experiência inicial de primeira classe gera um risco de que o usuário faça a desinstalação em apenas um clique. 

É simples assim. Se você se dá ao trabalho de aprender como combinar suas mídias próprias com o redirecionamento e o deep linking, você estará no caminho certo para capturar e manter usuários valiosos.

Aqui na AppsFlyer, lançamos nosso pacote gratuito para sempre, o Zero, como parte da iniciativa de Zero Budget Marketing da AppsFlyer – auxiliando profissionais de marketing a usarem suas mídias próprias, principalmente a web, para crescer. Você pode criar sua conta gratuita em poucos segundos.