Desmascarando a próxima geração de fraudes móveis #FoolsNoMore (Chega de Mentiras) - AppsFlyer (Portuguese)
4 Min. Read

Desmascarando a próxima geração de fraudes móveis #FoolsNoMore (Chega de Mentiras)

Avatar Jon Burg Apr 17, 2018

No dia 1º de abril, o mundo todo comemora o “Dia da Mentira”. No dia  2 de abril, a AppsFlyer lançou a campanha #FoolsNoMore (Chega de Mentira). Como profissionais de marketing, estamos cansados das fraudes móveis e não vamos mais ser enganados pelos mesmos truques de sempre. Para isso, estamos abrindo nossas portas, compartilhando insights nunca antes vistos sobre como funcionam as fraudes, onde elas ocorrem, a direção em que caminham e como lidamos com esses problemas emergentes com o Protect360.

Em novembro, a Forrester relatou que os maiores desafios dos profissionais de marketingmobile consistem na visibilidade de dados, falta de conhecimento, falta de transparência e fraudes de anúncios mobile. Hoje, vamos fechar essa lacuna de fraudes. A partir de hoje, #FoolsNoMore (Chega de Mentiras).

 

As fraudes estão evoluindo 

As fraudes estão evoluindo mais rápido do que nunca. Em 2014, fraudadores tentaram falsificar nosso SDK e, por isso, adicionamos criptografia para barrá-los. Os fraudadores levaram quase seis meses para encontrar um novo vetor de ataque. Nos dias de hoje,  semanalmente e, as vezes, até em dias, eles se adaptam a novas soluções antifraude.

Para complicar as coisas, as fraudes não estão apenas ficando mais rápidas, mas também mais agressivas. Em setembro, previmos que até o final de 2017, 1 em cada 10 instalações atribuídas seria impulsionada por fraudes, expondo a indústria a cerca de 2,2 a 2,6 bilhões de dólares em perdas anuais. No final do primeiro trimestre de 2018, passamos á uma taxa de fraude global de 11,5%, um salto de 15% sobre a taxa média de fraudes de 2017. No entanto, esse número pode ser enganador. O aumento das taxas de CPI e o crescimento geral da indústria aumentaram o impacto financeiro das fraudes em 30%, expondo a fraude cerca de 700 a 800 milhões de dólares em anúncios mobile, em apenas três meses!

 

A fraude vem em ondas: a ascensão dos bots

A fraude vem em ondas. Quando um profissional de marketing é considerado vulnerável, os fraudadores geralmente se arriscam atacando ainda mais. Quando uma nova proteção chega ao mercado, os fraudadores são forçados a se adaptar.

Quando apresentamos o Protect360 em setembro de 2017, as taxas de fraude de redefinição de código de dispositivo eram muito altas. Essas taxas caíram rapidamente à medida que os fraudadores testavam novos padrões desse tipo de fraude, além de tipos totalmente novos. Apesar de termos visto vetores de ataque de fraude evoluírem, as técnicas antigas não chegaram a desaparecer. No início do quarto trimestre de 2017, houve um ressurgimento de quase todo tipo de fraude. Com esse súbito ressurgimento, vários  bots tentaram falsificar nosso SDK em focos limitados pelo mundo inteiro. Embora muitos desses bots tenham sido bloqueados, nos preparamos para uma nova onda de inovação em bots.

Dimensionando e automatizando a proteção para a próxima geração de fraudes

Nos últimos seis meses, nós nos associamos às principais empresas do setor móvel, mergulhando de cabeça em novas anomalias e tipos emergentes de fraudes, bem como encontrando e testando novas assinaturas de fraude com nosso banco de dados proprietário e de vários editores. Desde o lançamento, nosso banco de dados do Protect360 cresceu para mais de 5,7 bilhões de dispositivos e mais de 1 trilhão de eventos mensais. Graças a essa escala, somos capazes de detectar e bloquear novos tipos de fraude, incluindo bots e anomalias comportamentais com velocidade e eficácia incomparáveis.

Esse investimento em inovação centrada em dados gerou frutos notáveis. Fizemos uma parceria com a Google para apresentar a nova API Google Referrer e começamos a bloquear o hijacking de referenciais, uma nova classe de hijacking de instalações. Além de atualizar nossa proteção e tornala personalizável contra hijacking de Instalações com o Validation Rules, automatizamos nossa proteção contra flooding de cliques. Com o recente aumento de bots, adicionamos medidas de segurança complementares ao nosso SDK, bem como o bloqueio automatizado com base em nosso banco de dados proprietário de  assinaturas de bots. Graças à escala única de nosso banco de dados, desenvolvemos uma nova tecnologia que detecta automaticamente anomalias comportamentais e, em breve, implantaremos proteção automatizada contra fontes que movimentam essa atividade não humana. Em resposta à alteração dos padrões de fraude de redefinição de código de dispositivo, atualizamos nossos algoritmos do DeviceRank várias vezes, bloqueando mais atividades fraudulentas em cada atualização.


Agora, o Protect360 está bloqueando automaticamente
5x mais atividades comparado a apenas seis meses atrás.


Ponto decisivo

O jogo mudou para os provedores de antifraude. Em vez de criar e implantar novas soluções contra fraude em um modelo ágil típico, lançando uma nova proteção contra fraudes a cada poucos meses, agora precisamos operar como um provedor de antivírus — examinando dados continuamente, descobrindo anormalidades e atualizando nossa proteção.

Para ajudar você a lidar com fraudes móveis, faça o download do material

O estado das fraudes móveis”, um estudo abrangente sobre como elas funcionam, onde são mais impactantes e quais localidades e verticais estão mais expostas. Para saber mais sobre o Protect360 e receber uma avaliação de fraude gratuita, agende sua consulta hoje mesmo.