Estudo de Marketing de Aplicativos de Games | AppsFlyer

O Estado do Marketing de Aplicativos de Games: Insights de 2019 [Estudo de Dados]

Desde sempre, o setor de games tem sido a força motriz da economia de marketing de aplicativos. Apenas em 2019, 35% das instalações não-orgânicas da indústria foram geradas por essa categoria — um aumento de quase 10% em comparação com 2018.

Grande parte dessa força foi gerada por Hyper Casual Games. Essa categoria, que irrompeu no mercado em 2018, vivenciou um crescimento contínuo em 2019, com o número de aplicativos disponíveis aumentando três vezes mais em comparação com a média da indústria de games. Além disso, aplicativos do tipo Hyper Casual tiveram o maior número de instalações em média em mais da metade dos principais mercados do setor. 

A capacidade desses jogos casuais de gerar receita significativa mudou a maneira como outros gêneros geram renda, que passaram a considerar os anúncios in-app como uma importante fonte de lucro. 

Obtenha o Relatório

Core games sofrem com o baixo número de usuários pagantes, mas compensam com uma maior receita de anúncios

A capacidade reduzida de gerar receita a partir de compras in-app, somada ao sucesso dos anúncios in-app, levou os desenvolvedores a confiarem mais no potencial desse modelo. De fato, descobrimos que a parcela de usuários pagantes em games de tipo midcore e hardcore caiu cerca de 40%, ao mesmo tempo em que a parcela de anúncios in-app presentes nos aplicativos cresceu 34% em um ano. 

Essas tendências mostram que cada vez mais core gamers estão dispostos a gerar engajamento com anúncios — contanto que estejam bem posicionados no gameplay — do que optar por conteúdo pago. 

Levando isso em conta, é importante ressaltar que apesar do aumento do número de anúncios in-app e da queda na quantidade de usuários pagantes, as compras in-app seguem sendo a força motriz da indústria de games, especialmente no caso de core games, e ainda é responsável pela maior parte das receitas geradas. 

 

Alguns games são desinstalados em massa, enquanto outros vêm as taxas de aderência aumentarem em ritmo acelerado

Infelizmente, a enorme variedade de aplicativos disponíveis atualmente não são sinal de boas notícias para as taxas de desinstalação de games, que se mostraram 34% mais altas do que no caso de aplicativos de outros setores. As taxas para os aplicativos de games foram assustadoramente altas em 2019, segundo mostra o gráfico abaixo:

Da mesma maneira como um usuário pode facilmente alternar entre games para encontrar conteúdos interessantes e gratuitos, ele também pode parar de utilizar o aplicativo quando o conteúdo não atinge mais suas expectativas. A natureza exploratória dos games faz com que os usuários façam escolhas segundo seus gêneros preferidos, testem o aplicativo e o desinstalem rapidamente, sem pensar duas vezes. 

Fazendo uma comparação entre as plataformas, a taxa de desinstalação no Android é 125% mais alta que no iOS, um resultado que se deve, principalmente, à diversificação dos dispositivos Android e ao espaço de armazenamento do sistema. Em média, esse espaço de armazenamento não é amplo o suficiente para armazenar muitos, ou até nenhum, game que não está sendo utilizado com frequência. 

A boa notícia é que, quanto a aplicativos que continuam instalados nos dispositivos dos jogadores, descobrimos que a média geral de aderência aos games aumentou em mais de 40%, alcançando uma taxa 5 de DAU/MAU, o que significa que o usuário visitou o aplicativo por 5 dias no total ao longo de um mês. Contando com a ampla variedade de aplicativos disponíveis nas pontas dos dedos, os usuários têm facilidade em encontrar games mais engajadores, que são precisamente de seu agrado, o que os leva a interagir com esses games com mais frequência.

 

O que mais você encontra no relatório?

Essas tendências são apenas a ponta do iceberg. Para navegar no ecossistema dos aplicativos de games, que está em constante crescimento e é altamente competitivo, montamos o relatório mais atualizado sobre o assunto até o momento, O Estado do Marketing de Aplicativos de Games, Edição de 2019 (disponível em inglês), que inclui: 

  • Crescimento anual de instalações não-orgânicas
  • Quais GEOs crescem mais rapidamente, por gênero
  • Tendências de utilização do retargeting
  • Ameaças de fraudes in-app
  • E mais! 

 

Insira seus dados abaixo para obter o relatório completo