Ad network

As ad networks conectam anunciantes a publishers/sites com impressões valiosas. A principal função de uma ad network é fazer a correspondência entre a coleção de anúncios dos publishers com as demandas dos anunciantes.

O que é uma ad network?

Em um nível mais básico, uma ad network é uma mediadora. Ela é uma plataforma exclusiva para anúncios online, fazendo a mediação da venda de inventário de anúncios entre publishers e anunciantes. 

Nos primeiros dias da internet, as ad networks eram a maneira como os publishers vendiam seu inventário remanescente. Agora, onde quase tudo o que fazemos é no mundo online, uma ad network é parte integrante do ecossistema de publicidade programática.

Como funciona uma ad network?

Para os publishers, as ad networks ajudam a segurar espaços de anúncios não vendidos para compradores interessados. Para os anunciantes, uma ad network ajuda a encontrar o inventário adequado ao seu orçamento e público-alvo:

  1. Os publishers instalam as ad networks, enquanto os anunciantes configuram suas campanhas de anúncios por meio das ad networks de sua escolha. 
  2. Os anunciantes criam campanhas e configuram os parâmetros para cada uma delas.
  3. Anunciantes podem definir coisas como o orçamento, segmentação e limites de frequência.
  4. Com base nas exigências do anunciante, a ad network determina qual publisher é o certo para seu anúncio, fazendo a mediação entre os dois.

Tipos de ad networks

Felizmente, anunciantes e publishers podem escolher entre uma variedade de ad networks para encontrar uma que atenda às suas necessidades. Sua audiência, tipo de anúncio e orçamento definem o tipo de ad network que você escolherá. 

Existem quatro tipos principais de ad networks. Entender o que cada tipo oferece ajuda a facilitar sua escolha.

1. Ad networks horizontais

Esse tipo de ad network envia anúncios a um grande inventário disponível para o anunciante, oferecendo um alcance extremamente amplo. Os anúncios horizontais são atraentes porque oferecem escala, alcance e inúmeras oportunidades de segmentação para os anunciantes.

2. Ad networks premium

Para publishers que solicitam um preço específico em troca de acesso premium ao seu inventário, uma ad network premium é a melhor escolha. Essas ad networks trabalham somente com publishers de primeira linha, e são extremamente específicas com relação às suas parcerias.

3. Ad networks especializadas

Semelhante às ad networks verticais, elas são restritas a inventários específicos. Por exemplo, uma ad network especializada pode ser aquela que só funciona com formatos de anúncio em vídeo ou mobile.

4. Ad networks verticais

Esse tipo de ad network conecta anunciantes de um nicho específico com os publishers relevantes. Em vez de procurar uma ad network em uma plataforma horizontal, os anunciantes não convencionais podem usar as ad networks verticais para alcançar suas audiências exclusivas com maior confiança. Para os anunciantes, esse tipo de ad network oferece transparência sobre onde seus anúncios serão exibidos.

Benefícios das ad networks

Se você estiver lendo o blog de engenharia da AppsFlyer, é bem provável que você seja um desenvolvedor de aplicativos – nesse caso, como um publisher, uma ad network pode representar uma grande oportunidade de monetização para você. 

Ou, se você deseja anunciar, uma ad network pode ajudá-lo a realizar sua promoção para as pessoas certas. De qualquer forma, as ad networks são mediadoras inestimáveis que ajudam os publishers a ganhar dinheiro, ao mesmo tempo em que ajudam os anunciantes a criar anúncios que valem a pena.

Além disso, com a previsão de que o valor desse mercado será de US$641 bilhões até 2026monetizar os seus aplicativos é uma escolha fácil. 

Integrar as ad networks à sua estratégia de marketing digital oferece muitas vantagens. A mais importante de todas, porém, é que elas ajudam a monetizar seu aplicativo e permitem que você amplie sua participação no marketing global.

Para publishers e anunciantes, as vantagens não somente valem a pena, como também incluem o benefício adicional de gerar receita com seu aplicativo. 

Benefícios para publishers

  1. Gere lucro rapidamente. Assim que seu site estiver pronto e você tiver se conectado a uma ou mais ad networks, você pode começar a gerar lucro — imediatamente. As ad networks são uma resposta fácil para os publishers que precisam obter um retorno rápido para cobrir os custos operacionais. 

    Mas, mesmo que seus custos operacionais sejam mínimos, as ad networks ajudam os publishers a ganhar dinheiro rapidamente, sem estresse.
  1. Amplie sua audiência. A melhor maneira de alcançar uma parte de um mercado mobile em expansão é monetizar um segmento de audiência mais amplo, e é exatamente isso que as ad networks fazem. Os anunciantes estabelecem restrições de acordo com os tipos de audiência e tráfego que desejam receber. 

    Por exemplo, se um anunciante tem como alvo visitantes brasileiros, um site voltado para a audiência doméstica é a ideal. No entanto, isso não ajuda em nada caso você tenha como alvo o mercado global. 

    As ad networks complementam instantaneamente os anúncios premium vendidos, permitindo que eles sejam exibidos a um grupo maior de visitantes, ampliando o potencial de monetização do aplicativo em vez de limitá-lo.
  1. Conecte-se com mais anunciantes. As ad networks exibem anúncios de qualidade e bem direcionados porque desejam que eles tenham uma boa performance em seu site. 

    Quanto maior a variedade de criativos de anúncios que você exibir aos seus visitantes, mais “visualizações e cliques” você pode gerar. Isso resulta em uma chance ainda maior de lucro.

Benefícios para anunciantes

  1. Amplie sua audiência e quantidade de publishers. Como os anunciantes estabelecem restrições de acordo com os tipos de audiência e tráfego que desejam receber, isso pode limitar o número de impressões que eles obtêm. 
    Quando os anunciantes trabalham por meio de uma ad network, eles aumentam sua oferta de publishers e, consequentemente, também ampliam o alcance de sua audiência, tudo isso dentro de um orçamento predeterminado.
  1. Aumente seu ROI. As ad networks realizam uma correspondência precisa, o que permite que os anunciantes escolham as ofertas mais lucrativas para eles.

Ad networks e o ecossistema de publicidade programática

A compra e venda automática de espaço de anúncios digital é conhecida como ecossistema de publicidade programática, que conecta os anunciantes à troca de anúncios e às impressões que eles procuram. 

Esse ecossistema trabalha usando RTB (real-time bidding), DSPs (plataformas de demanda), SSPs (plataformas de oferta) e DMPs (plataformas de gerenciamento de dados).

É importante destacar que esses dois conceitos de ad networks e o ecossistema programático são distintos. 

As ad networks são manuais, por isso, elas exigem a intervenção humana. No geral, um gerente fica responsável por aceitar os criativos de anúncios e configurar as campanhas. 

Conforme a publicidade programática se torna mais sofisticada, as ad networks podem se tornar obsoletas no futuro. Embora as ad networks se enquadrem na categoria programática direta e não no ecossistema de publicidade programática, elas ainda são frequentemente confundidas com outras partes desse ecossistema.

Ad networks vs. ad exchange

O ad exchange, ou troca de anúncios, é um marketplace digital para a publicidade programática. As ad networks gerenciam o inventário digital de vários publishers ou compram impressões de anúncios em massa a partir da troca de anúncios, revendendo-os para os anunciantes.

Por outro lado, as trocas de anúncios são o meio mais transparente e eficiente de comprar e vender publicidade digital. A troca de anúncios usa algoritmos, permitindo que os publishers obtenham os melhores preços para suas impressões. 

Ao mesmo tempo, os anunciantes podem alcançar seu público-alvo no momento certo, dentro do contexto apropriado, em vez de negociar compras de forma direta ou manual com os publishers. 

Resumindo, as trocas permitem que os anunciantes comprem anúncios em uma ampla variedade de aplicativos mobile, sites mobile e sites comuns de uma só vez.

Ad network vs. DSP vs. SSP

DSPs e SSPs fazem parte do ecossistema programático e utilizam a tecnologia de real-time bidding. A maioria das ad networks ainda é totalmente manual e precisaria de um DSP para participar do RTB e da compra de mídia programática.

As plataformas de demanda (DSPs) permitem que os anunciantes gerenciem suas campanhas em várias redes de RTB e permitem que os anunciantes comprem e gerenciem inventários de anúncios em vídeo, em dispositivos mobile e em pesquisa. 

As DSPs se conectam a plataformas de oferta (SSPs) para realizar a publicidade programática, enquanto as SSPs ajudam os publishers a listar suas impressões/inventário de anúncios disponíveis.

Uma ad network, por outro lado, é uma mediadora que depende da intervenção humana em vez de algoritmos e do machine learning.

Ad network vs. ad server

A melhor maneira de entender a diferença entre uma ad network e um ad server é o fato de que uma ad network usa/emprega um ad server.

Um ad server, ou servidor de anúncios, é uma tecnologia que permite que os anunciantes coloquem seus anúncios em sites ou aplicativos específicos e que os publishers gerenciem esses anúncios adequadamente. Uma ad network usa essa tecnologia (ad server) para gerenciar anúncios e inventários de publishers disponíveis.

Como escolher a ad network certa

Dentre tantas ad networks disponíveis, pode ser assustador ter que escolher uma. No entanto, se você considerar os quatro pontos que listamos abaixo, escolher a ad network certa pode ser bem fácil.

  1. Qual é a extensão da ad network? Não importe se seu site faz parte de um nicho específico ou se ele possui alcance global, considere essa questão: quanto mais anunciantes fizerem lances para seu inventário, maior será a possibilidade de venda dessas impressões valiosas a preços mais altos.

    Vamos pensar um pouco. Um amplo inventário de publishers significa que uma ad network tem mais oportunidades de fazer a correspondência adequada entre anúncios e sites. Esse processo é conhecido como CTR ou segmentação contextual, que é o processo que associa anúncios a sites relevantes na rede de display com base em elementos linguísticos, como tópicos e palavras-chave.

    Além de oferecer uma melhor segmentação contextual, um grupo maior de anunciantes também significa que mais localizações geográficas são representadas. Em última análise, isso reduz as chances de que seu inventário não seja vendido – e isso vale tanto para publishers quanto para anunciantes.
  1. Há vários formatos disponíveis? Mesmo se você não tiver certeza de quais formatos você precisa, procure uma ad network que ofereça vários formatos de exibição de anúncios. Assim, você pode fazer testes e se adaptar ao longo do tempo. 

    Quando se trata da performance de anúncios, não existe um formato universal. Uma ad network que oferece vários formatos de anúncios (rich media, em vídeo, intersticiais, etc) otimiza o potencial de monetização tanto do publisher como do criativo. 
  1. É possível competir com o RTB ou com a publicidade programática? Como o ecossistema programático desafia a viabilidade de longo prazo de ad networks legadas, os publishers devem entender que a compra e venda automática de anúncios pode ser útil, principalmente antes de se comprometer com uma ad network.
  2. A compra programática e o real-time bidding permitem que os publishers tenham mais lucro. As ad networks legadas definitivamente não conseguem competir com isso. Portanto, é mais do que essencial entender quais tecnologias uma ad network oferece ou com quais ela consegue se integrar antes de se comprometer com uma.

Ad networks populares para publishers e anunciantes

Agora que você sabe o que procurar em uma ad network, aqui estão 10 das ad networks mais populares:

Para publishers

A tecnologia de anúncios está crescendo e, para publishers que desejam usá-la a seu favor e gerar mais receita, aqui estão algumas ad networks importantes:

  • Google AdSense
  • Facebook Ads
  • Media.net
  • AdThrive
  • Amazon Associates

Para anunciantes

Se você tiver anúncios de alta qualidade atraentes, essas são algumas das ad networks mais populares:

  • Apple Search Ads
  • Spotify Ads
  • AdRoll
  • Facebook Ads
  • TikTok Ads

Principais conclusões

Infelizmente, as ad networks não estão evoluindo tão rápido quanto o ecossistema de publicidade programática. Por isso, há alguns pontos importantes que devem ser levados em conta caso você esteja considerando usar uma ad network:

  1. Uma ad network é uma agregadora de inventário de publishers e é uma mediadora entre publishers e anunciantes.
  2. Existem quatro tipos principais de ad networks: horizontal, premium, especializada e vertical.
  3. Embora elas não sejam tão viáveis quanto a publicidade programática, as ad networks ainda trazem grandes vantagens para publishers e anunciantes.
  4. As ad networks ainda necessitam da ação humana, ao contrário do que ocorre no ecossistema programático, que usa algoritmos e machine learning.
  5. Antes de se comprometer com uma ad network, é importante considerar sua extensão, variedade de formatos e se ela é capaz de competir com o RTB.

Comece a fazer as escolhas certas